Como planejar o quarto de bebê

outubro 11, 2011

Dicas para deixar o quarto do bebê aconchegante e funcional
O quarto deve passar para o novo morador, uma sensação de aconchego, segurança, proteção e amor, ou seja, o mesmo que sentia na barriga da mãe.
Paredes
As paredes devem ser pintadas com cores claras e discretas, e se puderem ser lavadas, melhor. Se preferir, pinte apenas a parede que seja mais visível ao entrar no quarto ou aquela atrás do berço.
As cores tem vibração e podem afetar as crianças.
As mais recomendadas são: azul bem clarinho (para meninos), rosa bem clarinho ( para meninas), verde bem clarinho ou bege bem suave. Nada de rosa ou azul berrantes.

Evite vermelho e branco. O vermelho não deve ser usado em nenhum cômodo por ser muito agitado, estimulante e agressivo. E o branco não estimula os sentidos da criança.
Evite o uso de sancas, tapeçarias ou outros ornamentos de gesso que favorecem o acúmulo de poeira.

Móveis e acessórios
As cores vivas e os desenhos devem ser colocados em cortinas, cadeiras ou em outros detalhes.

Como a visão do bebê nasce muito restrita e vai melhorando aos poucos, é recomendado que o quarto tenha pontos de interesse em cores fortes como móbiles borders e rodameios.
Laqueados são bonitos, fáceis de limpar e não sobrecarregam o quarto.

Se preferir móveis de madeira, prefira os claros, como o padrão marfim.

Evite colocar no quarto bichos de pelúcia. Escolha os brinquedinhos em plástico lavável e atóxico e que não soltem peças que possam ser engolidas.
Coloque somente os móveis necessários no quarto, para facilitar a circulação.

Tapetes
Não é aconselhável a colocação de tapetes no quarto, para evitar poeira e acidentes. Caso faça questão, prefira os laváveis e antiderrapantes.

Iluminação
Coloque um dimer para controlar a iluminação do quarto.Deixar uma luzinha acesa à noite no primeiro ano é muito mais importante aos pais do que para a criança. Apenas depois do primeiro ano ela começará a associar luz com segurança.

Berço
O bebê pode dormir no quarto dos pais até 2 meses. Ele pode dormir no carrinho, no moisés ou na cestinha, mas passado este período, quando ele começar a girar sozinho, o berço passa a ser fundamental.

Deve ser colocado entre a janela e a porta para evitar as correntes de ar e deve-se escolher um colchão de espuma, forrado de tecido (não use forro plástico no berço).

Prefira o berço com duas alturas ou de grade móvel. Isso facilita o manuseio do neném nos primeiros meses. Escolha um berço com grades arredondadas e que tenham no máximo 8 cm de separação entre uma grade e outra.
Compre protetores laterais e de cabeceira para berço. Ele deve ficar sempre bem preso, sem laços ou cordões ao alcance dos bebês.

Se possível, adquira a cama com o auxiliar por baixo.
Enquanto a criança é pequena, o auxiliar serve como baú para os brinquedos.
Quando crescer, é usado para receber os coleguinhas que forem dormir.
A hora certa do bebê deixar de usar berço é quando ele conseguir apoiar os braços sobre a grade.

Lençóis
Se o lençol tiver elástico na borda e fizer um conjunto com edredom, melhor, pois o bebê fica mais confortável. Escolha lençóis de algodão, sem muitos bordados ou aplicações que dificultem a lavagem.

Colchão
A escolha de um enchimento antialérgico é aconselhável, pois poderá ser lavado à máquina.
Veja se o colchão se ajusta perfeitamente ao estrado para que não sobre espaço onde o bebê possa prender a mão.

Travesseiro
Até dois anos de idade o bebê não precisa de travesseiro, porém, providencie alguns itens para a decoração do quarto como móbiles, bichinhos de pelúcia, almofadas, etc..

Banheiro
Caso o quarto da criança for uma suíte, mantenha a porta do banheiro sempre fechada.

Piso
Escolha um piso prático. Se os pais forem alérgicos, terão grandes chances de terem um filho alérgico. Neste caso, evite o carpete.
Escolha o vinil, mais recomendado quanto à facilidade de limpar e não juntar poeira.
Em locais quentes, também utiliza-se bastante a cerâmica. Em locais frios, use a madeira.
Quando não for possível tirar o carpete, aspire-o diariamente.

Cortinas
Prefira cortinas simples e fáceis de lavar. Evite aquelas volumosas e com babado.
Retire os móbiles quando o bebê completar 5 meses, pois a partir daí ele vai querer pegá-los e pode se machucar com os fios.

Cômoda
Escolha uma cômoda de altura apropriada à mãe, pois é aí que ela trocará o bebê.Deixe tudo à mão para não ter que se distanciar do bebê. Caso tenha que pegar algo, nunca deixe o bebê sozinho, sempre o leve com você.

Poltrona
Escolha uma poltrona confortável para amamentar. A mãe deve conseguir encostar a planta dos pés no chão e as costas inteiras no encosto e deve ter apoios para os braços para que ajudem a segurar o bebê. O canto para amamentação deve ter uma iluminação suave e uma mesinha ao lado da poltrona para que a mãe possa colocar alguns objetos, como jarro e copo com água (amamentar dá sede), relógio, etc.

Ventilação
Evite o uso de ventiladores diretamente na criança e do ar condicionado. Em casos de calor extremo, use ventiladores de teto na função exaustor.

Janelas
Use persianas, que são mais fáceis de limpar. Se optar por cortina, use tecidos mais leves e sem babados ou pregas para não acumularem muita poeira.
Coloque telas na janela para evitar a entrada de insetos. Evite o uso de mosqueteiro, pois junta poeira e pode ser puxado pelo bebê se as pontas ficarem ao seu alcance.

Fonte: 
www.organizesuavida.com.br.

You Might Also Like

1 comentários

  1. Q bom, Ana!! O quartinho do Theteco está todo ok!! Rs!
    Bjos!!

    ResponderExcluir

Que bom ter você por aqui!
Obrigada pela visita!

Like us on Facebook

Pinterest