Como montar um home office gastando pouco?

Como compartilhei com vocês no último post dessa vontade danada de empreender. Pensando exatamente nessa ideia, tenho pesquisado bastante como ter um home office em casa charmoso e inspirador. E o melhor, gastando pouco. Tá aí um assunto que depende muito né, gastar pouco. De repente o que é pouco pra você, pode ser muito pra mim. No post de hoje temos inspirações realmente em conta em se tratando de ter um cantinho gostoso pra trabalhar e que venha despertar sua criatividade e suas emoções. Analisar o quanto tem disponível para investir vai fazer toda a diferença no projeto. 
Para obter sucesso em um projeto vale lembrar/pensar nas reais necessidades de quem vai usufruir o espaço. O que não pode faltar, os seus gostos, o que espera do ambiente, são peças fundamentais para tornar o projeto um sucesso.

Prateleiras para quadros - Gaveteiro - Uma estante/livreiro  - Nichos

Para os apaixonados por mesa de cavalete e quer unir a paixão com uma cadeira de charme e design tá uma belíssima opção cadeira Eames
Podemos completar o projeto com um papel de parede, ou/e uma cor nesse ambiente. Que tal?

Agora se a mesa de cavalete não é a sua paixão, você pode optar por uma mesa de trabalho/escrivaninha compacta e linda também.


1. Nichos, 2. Prateleiras, 3. Mesa Cavalete, 4. Cadeira Charles Eames, 5. Escrivaninha
Vocês observaram que nesse ambiente de hoje eu fui direcionada para investir no azul turquesa<3 né, não foi por a caso, essa seria a cor escolhida por mim para um cantinho home office. E você apostaria nesses tons? Gostou das opções?

Bateu vontade de empreender e agora? Perguntas, medos...

Olá pessoal,

Tudo bem por aí?

Por aqui tudo indo bem. Depois que concluí a faculdade de Design de Interiores tantas coisas rolaram por aqui, uma delas é, uma vontade imensa de empreender, trabalhar fazendo o que eu amo. É uma metas para os próximos meses, é realmente mudar  o rumo. Na verdade eu acredito que eu sempre tive muito isso, nada de passar o dia inteiro fora de casa, deixar os meninos sob a supervisão de outra pessoa nunca foi o meu ¨forte¨. Sempre gostei mesmo é de casa cheirando a bolo no fim de tarde. E no último semestre na faculdade estudei empreendedorismo, eu AMEI, simplesmente era numa sexta feira e a aula ia até às 22h30, e sinceramente eu achava o máximo. Muitas coisas boas eu ouvi daquele professor, a turma se preguntava pra que estava vendo aquilo. Claro que tinha dias que o cansaço erá grande, mas em nenhum momento eu deixei de aproveitar todo o conhecimento disponibilizado por aquele professor, que dizia: ¨quem não quer assistir as aulas pode se retirar, tem duas opções¨(duas portas). A partir de então fui e estou sempre buscando assuntos e pessoas que estão nessa mesma vibe. Empreender.

Há quase 3 anos trabalho em uma escola, tenho um carinho imenso pelos alunos e com certeza irei sentir falta. Mas chega uma hora que as ondas querem te levar pra outros rumos, que você anseia por mudanças. Tenho acompanhado pessoas que ensinam muitooo, entende pra caramba sobre esse assunto – Empreender com segurança; Fazer o que ama...  feliz por saber que tem sim pessoas que trabalham fazendo o que ama e sendo donos do seu tempo. Ainda não tive $$$ para fazer os cursos que eles oferecem. Mas já aprendi tantooo com que eles deixam disponíveis que já me deixou mais segura e confiante. Imagina fazer o curso completão.
Nesses últimos dias, preparando posts, organizando o novo rumo do blog, tenho sentido ainda mais forte a necessidade de mudar o rumo, levar uma vida mais leve. Sabe quando algo em você começa a dizer ¨vai minha filha¨... ¨segue em frente¨... ¨tá com medo? Vai com ele mesmo¨(frase da Rafa Capai) que eu adorei. É bem assim, o medo acredito que faz parte sempre que temos que fazer escolhas. Dá um friozinho na barriga, uma sensação de será que é o momento? Muitas são as perguntas, mas uma certeza, DE TOMAR AS RÉDEAS DA VIDA e arriscar são maiores que todos os medos.  Ficou a fim de conhecer um pouco mais essa galera, acessa aí nos links: Vá mais longeOlhe fora da caixaEspaço Nave.
Agora eu vou ali continuar a traçar as metas para o Blog e outras coisinhas que estão por vir!

Redecorando espaços


Para quem está pensando em renovar a decoração da casa inteira, ou mesmo de apenas um cômodo, a primeira coisa em que se deve pensar é na paleta de cores. Afinal, resolver os tons com quais irá trabalhar antes de começar a pintar ou a comprar móveis e outros objetos e fundamental para manter a harmonia do espaço. 
Uma casa deve refletir o sentimento das pessoas que lá vivem. Por isso, considere as suas cores preferidas. Uma forma de descobrir quais cores você gosta de conviver é dando uma olhada no guarda-roupa. Inspire-se também na própria habitação você pode buscar ideias nas cores e texturas já existentes na mobília, nos quadros, no chão, nas portas, nas maçanetas. Procure inspiração também naquilo que rodeia a casa, jardim, elementos do quintal. O importante é escolher cores que gosta, com as quais se sente confortável e que invocam pensamentos positivos.
Procure novas ideias e estilos em livros ou revistas dedicadas ao design de interiores e à decoração. Esteja atento aos cenários da sua série preferida ou, quando for visitar amigos, veja com outros olhos a forma como apresentam a sua casa. 

Sempre leve em consideração a luz natural que entra no espaço. Se a divisão já recebe muito sol, opte por cores mais sutis; se, por outro lado, estiver à sombra grande parte do dia, escolha um tom mais forte, uma vez que os mais claros vão parecer exageradamente pálidos. A luz artificial também afeta as cores de um quarto, por isso, faça algumas experiências nesse sentido.

É importante que a cor escolhida combine com o cômodo em si. Ou seja, a sala de estar e a sala de jantar, por exemplo, que são lugares mais coletivos, pedem cores quentes e alegres amarelos, laranjas e vermelhos são cores que estimulam. As entradas, os corredores, os quartos e o escritório são espaços mais calmos, por isso, as cores frescas são as mais adequadas azuis, verdes e púrpuras transmitem paz e tranquilidade, criando ambientes de relaxamento. O branco, o preto e o cinza são cores atemporais e combinam com praticamente tudo!

Apesar da dica anterior, nada impede você de utilizar uma cor quente no quarto e uma cor fresca na sala de estar. O mais importante é que a cor seja do seu gosto e não te incomode sua vista. As cores influenciam o nosso estado de espírito, por isso, avalie como é que se sente em cada divisão atualmente e como gostaria de se sentir.

Escolhida a cor principal, é hora de combiná-la! 
Dicas: Decorações Doural.



Categorias

Arquivo do Cantinho

¨Confie ao Senhor o que você faz e os seus projetos se realizarão¨. (Proverbios 16,3)

Visualizações